Uni-ANHANGUERA

Aula Inaugural do curso de Arquitetura e Urbanismo

NotíciasComentários desativados em Aula Inaugural do curso de Arquitetura e Urbanismo

Será realizado no dia 6 de março, terça-feira, no Auditório Einstein a Aula Inaugural do curso de Arquitetura e Urbanismo com o tema “Habitar o Espaço Público: reflexões sobre morfologia e apropriação urbana na Vila Itatiaia”, com a Profª. Me. Camila Arantes de Melo. Com atividades no período matutino e noturno de acordo com a programação:

1. Apresentação do documentário “Grafite X Pichação”, elaborado no âmbito do Projeto de Extensão de mesmo nome em parceria com o Curso de Direito, com introdução do Prof. Ms. Ivan Oliveira de Grande.
Matutino: 8h00 | Noturno 19h00


2. Apresentação da dissertação de Mestrado da Profª Camila Arantes de Melo “HABITAR O ESPAÇO PÚBLICO: REFLEXÕES SOBRE APROPRIAÇÃO E MORFOLOGIA URBANA NA VILA ITATIAIA”, defendida no Programa de Pós-graduação em Arquitetura e Urbanismo da UFG em 2017.
Matutino: 8h30 | Noturno 19h30

Resumo:
A cidade de Goiânia, idealizada na década de 1930 para ser a nova capital de Goiás, insere-se em um contexto de construção de cidades modernas, cujo projeto prezava a racionalidade do sistema viário, o zoneamento urbano e a criação de um sistema de áreas verdes. No entanto, o descontrole de sua expansão urbana não seguiu os ideais almejados em sua construção. Assim, a cidade desenvolveu-se de uma maneira esparsa, potencializada a partir da década de 1960 pela construção de inúmeros conjuntos habitacionais em suas periferias urbanas. Esses conjuntos contribuíram para a diversidade de formas urbanas presentes na nova capital. Seus planos paradigmáticos demonstram advir de uma cultura de projeto crescente na cidade, originada também pela migração de diversos profissionais de outras capitais brasileiras. Em contrapartida, se a forma desses conjuntos, idealizada em projeto, prezava por sua qualidade urbana, sua implantação na periferia, sem infraestrutura adequada e isolada do centro urbano, influenciou de maneira decisiva a pós-ocupação. O caso da Vila Itatiaia enquadra-se nesse contexto, cujo projeto idealizado pelo escritório Grupo Quatro Arquitetura na década de 1970, privilegiava o sistema de áreas verdes e a articulação entre os espaços públicos e privados. O projeto buscava proporcionar uma qualidade ambiental mediante a proximidade da moradia com a natureza e pela criação de amplos espaços públicos para práticas sociais. No entanto, o descaso e o abandono de tais áreas pela gestão pública geraram distintos processos de apropriação pelos seus moradores. Nesse sentido, a apresentação propõe uma discussão e análise do processo de implantação e transformação dos espaços públicos da Vila Itatiaia, a partir do olhar sobre a prática do espaço, assim como a influência da morfologia urbana nessa apropriação.


3. Encerramento com a 1ª Mostra de Trabalhos de TCC II do curso de A&U no Hall do Bloco F
Matutino: 10h00 | Noturno 21h00


Os comentários estão desabilitados.

Copyright © 2005 - 2015 Uni-ANHANGUERA. Todos os Direitos Reservados. Desenvolvido por Casa Interativa e Versátil Propaganda.

LiveZilla Live Chat Software